Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UMA NOITE DE AMOR
Evaldo da Veiga


O céu sorria agradecido pela ornamentação.

A Lua crescente parecia ter se aproximado da terra
e, ao mesmo tempo, subindo mais ao encontro de Deus.

As estrelas mudaram a cadência e tornaram-se mais festiva.
Estavam bem íntimas, pareciam às pequenas lâmpadas
de nossa árvore de Natal.

O luar refletia-se nas águas do imenso Rio,
que se tornou um caminho seguro e amigo.

Você dormia em um misto de inconsciência e contemplação.
Estavas ligada ao show da natureza, percebia-se
no teu sorriso tênue e delicado.
Leves movimentos dos lábios que indicavam
uma vigília adormecida.

Eu que já fora o teu cantor, dei lugar aos barulhinhos da natureza
com sua orquestra de componentes bichinhos, pássaros
e o instrumento de silêncio que dizia efusivamente
de ternura e amor.

Pensei em despertar-te, queria amar também na carne,
mas senti o ato como profanação, quebra de beleza celestial.
Ai, tuas mãos tocaram-me, buscando minha alma e o meu corpo,
em intenso desejo de gozo e oração.

Meu corpo e minha alma foram receptivos e, num instantâneo,
fizemos amor naquele nosso jeito, sem freios, puro e indecente,
sem receio, agradando  aos Deuses do amor.



evaldodaveiga@yahoo.com.br
Evaldo da Veiga
Enviado por Evaldo da Veiga em 29/10/2006
Reeditado em 14/04/2012
Código do texto: T276730

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Evaldo da Veiga
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 73 anos
952 textos (313607 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:31)
Evaldo da Veiga