Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

..estou ouvindo a musica '' Manaca` da Serra '' Dercio e Doroty Marques e ao ouvi-la pela primeira vez chorei....me emocionei e este texto criei...a musica foi um presente que um  '' onça '' amigo me enviou..ele sabe o por que do '' onça''...o texto ficara' gostoso ouvindo a musica e no final...ahhh!! no final da musica...que coisa linda!!...vale a pena ouvir....me transportei no tempo...foi como uma maquina me levando a um passado muito gostoso....ser feliz e' isto...momentos!!! AB



   '' ....e la` em cima daquele morro...
      tem um pe` de manaca`, nois  vai casa`....ce que`?....nois vai pra la'...'' 

      ....me lembro de minha avo' e mãe cantando pedaços, trechos de uma canção antiga que falava do ''manaca' ''..uma arvore linda que ate' hoje ainda tem em meu jardim ..quando floresce as flores  brancas e roxas mostram toda sua beleza e meu pai conseguiu fazer enxertos e tem um outro pe' de manaca' que suas flores são rosas e brancas...outra um lila's claro e brancas...uma lindeza!!...

      .....e me recordo mais ainda em dias de chuva....ficava olhando pela janela da sala e com do' das flores do manaca'..se era so' um chuvisqueiro fino parecia que as flores queriam sair dançando, se soltar e pular no chão para bailar com as gotas fininhas da chuva caindo devagarinho...mas se era uma chuva mais um pouco da grossa, tadinhas!!! pareciam se encolher, se apoiando umas nas outras....pobrezinhas!!!

    .....e quando vinha então os ''temporais''?...eu quase que ia la` fora acudir as coitadinhas das flores do '' meu pe` de manaca' '', não ia...e o barulho da chuva caindo no telhado, no chão ,era tão forte que me deixavam quase surda, mas eu gostava, curtia aquele barulho gostoso e meu pai tambem, ele de proposito quando construiu a casa não colocou calhas que era para a chuva cair livre e solta fazendo seu barulho, seu som de regato, de cachoeira...e minhas flores do meu pe' de manaca' todas encolhidinhas, escondinhas, agarradinhas, tremendo...tadinhas!!! 

   ...... e o mais incrivel, depois da tempestade vinha a bonança e as flores se sacudindo como cachorros fazem tirando agua do pelo...e de novo se abrindo e mostrando toda sua beleza novamente...e eu agora sim ia la' fora e com elas, com as flores do manaca' ia conversar e elas sorriam, felizes....

    ...........e as outras flores fazendo biquinhos de muchochos ciumentos e eu as agradando tambem...e eu ouvia seus cantos, sentia seus perfumes....

    ...........e a ''dama da noite '' me enebriando...me entontecendo...e as flores do manaca', sinceras e sensatas , mas tambem ciumentas...me dizendo:- 

      ...........cuidado menina Amelia...cuidado com as damas da noite, cuidado....e eu nem bola dava....e hoje sei....foi uma `` dama da noite `` que prendeu um dia o coração do '' meu gaucho''....depois o soltou, muito tempo depois de fazer dele gato e sapato o soltou...e eu que o amava muito fiquei sem  te-lo por este tempo que uma ''dama da noite '' o teve, agora eu o tenho preso no meu coração, agora, muito tempo depois....mas ele não tem o meu....ele diz que tem, sera' que tem mesmo? ou seria ciumes meus e das `` damas da noite``?......que pena!!!

        Flores de manaca' são sabias, sabia?

                               (((((((((((((       )))))))))))))
AMELIA BELLA
Enviado por AMELIA BELLA em 22/02/2011
Código do texto: T2807643

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
AMELIA BELLA
Valinhos - São Paulo - Brasil
1074 textos (74722 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/10/14 13:16)
AMELIA BELLA



Rádio Poética