Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aos meus filhos

Filhos
Ói eu aqui tra vez
Querendo deixar escrito
Meu amor, que não se escreve,
Meu orgulho, que se vê
Nos meus olhos rasos d’água
Quando olho pra vocês
Minha paixão sem limites
Por  tudo que é de vocês
Os seus sonhos, seus desejos
Suas vitórias, suas derrotas
 Os seus olhos, seus sorrisos
Suas lágrimas (por quê)

Quando eu era pequenina (era!)
Pensava pra quê ter filhos,
Me incomodar  para quê?
Hoje, mãe de vocês,(com vaidade)
Agradeço a decisão, o bendito do descuido
Que, um belo dia, me trouxe a cada um de vocês.

Que seria da minha história,
Se não tivesse vocês,
Se, em cada frase que escrevo,
(E nem lembro mais das outras)
Sempre acabo escrevendo
Com a  mente em suas mentes
Querendo que diga tudo que, às vezes,
Eu não digo  pra vocês.

Que sigam os seus caminhos
Que não olhem para trás
É o meu desejo sincero
Por que, queiram ou não queiram,
O lugar de onde os olho
Não é atrás, é do lado
Passo a passo.
No compasso
De cada passo que dão.
nádia estrela
Enviado por nádia estrela em 06/11/2006
Código do texto: T283813
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
nádia estrela
Torres - Rio Grande do Sul - Brasil
87 textos (2056 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:45)
nádia estrela