Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Esmolas e bênçãos.

Esmolas e bênçãos.

Certa noite parei com o meu carro em um semáforo, como de costume, levantei um pouco o vidro por causa da segurança. Do início da fila pedindo esmolas a outros motoristas, veio vindo um indigente, que deveria ser portador de paralisia infantil, pois usava muletas para substituir seus membros atrofiados.
Já perdi a paciência com pedintes, pois faltam invadir o seu pequeno espaço em busca de dinheiro, não estava contente de ter mais um ao lado do vidro, de forma que fui taxativo:
- Não tenho – disse eu, acenando negativamente como dedo, assim como de costume.
De lá, numa voz calma emoldurada por um sorriso educado veio a resposta:
- Não há problema senhor, mesmo assim, tenha um bom fim de semana e Deus o abençoe.
Ele havia me dado gratuitamente toda a generosidade que se ganhar após se estender algumas moedas. Saiu novamente com suas muletas e vida triste.
Naquele momento ele me desarmou. Tomou o comando da situação, que era toda minha até então, a qual estava acostumado a ter, sendo eu o detentor do bem que se dá como caridade.
Até hoje, nunca dei um centavo a ele, mas ele ganhou uma coisa bem maior de mim, o respeito, sempre renovado quando passo no mesmo semáforo toda semana.
Não posso pagar a alguém que tem um tipo de riqueza maior que a minha, pois nunca teria moedas suficientes para comprar algo que vem do coração.

2006

Duke Webwriter
Enviado por Duke Webwriter em 06/11/2006
Reeditado em 11/01/2012
Código do texto: T283963

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Duke Webwriter
Salvador - Bahia - Brasil
87 textos (5815 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:04)
Duke Webwriter