Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coração sonhador

     Uma luz que nunca se apagou desde que foi avivada.
     Coração inquieto, tristonho em busca de alguém que o  tomasse e fizesse dele o seu ninho.
     Esse alguém chegou e tomou posse devagarinho, enchen-
     do-o de calor, dando-lhe um novo sentido ao seu
     pulsar.
     Desde então, cada batida soava como uma canção, como
     um alvorecer de um dia de primavera; era o AMOR que
     desabrochara, transformando a vida em um terno cantar
     de risos e cores.
     E o tempo passava sem nenhuma nuvem turvando o
     sentimento sublime que enchia aquele coração de mil
     razões para pulsar.
     Muitos sonhos sonhados, muitos castelos idealizados
     para iluminar o coração que estava se tornando pequeno
     para abrigar tão grande emoção.
     Pobre coração sonhador!...
     Não sabia que a mão do destino tecia fortes malhas
     que viriam um dia, emaranhar os elos das vidas que
     tinham tudo para serem felizes.
     Surgiram barreiras enormes, procurando sufocar aquele
     coração ansioso por libertar-se dos jugos opressores.
     Mas foi abafado por forças dominadoras..
     Quanta tristeza! Quanta frustação! Porém suas
     pulsações continuaram seguindo o ritmo do amor, aquele
     amor que um dia nele se aninhou.
Zilda
Enviado por Zilda em 23/11/2006
Reeditado em 08/05/2008
Código do texto: T298956
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Zilda
Brumado - Bahia - Brasil, 93 anos
52 textos (10064 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:07)
Zilda