Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cântico dos ventos

Deito nos ventos meus cânticos mudos, serenos lamentos do meu coração recluso...
e até onde alcançarem as folhas magoadas dessa minha oração paciente...irão meus olhos cabisbaixos...eternos pensativos radares...
Em cada sereno...em cada noite, de solitárias vagas esperançosas...bailam gotas púrpuras...reclamos de minh´alma amorosa...
São tantas as prosas que vesti de saudade...tantas juras atreladas à minha ansiedade, que em carruagens seguiram...habilmente conduzidas pelas mãos do tempo...senhor da razão...carrasco das horas...guardião das procelas...e, em vão se perderam em muitas cancelas...
Sê de mim senhor, anjo protetor, guarda-me sob tuas asas de plumagens azuis...para que, quando eu alçar vôo pelo orbe, tenha a certeza segura da paz que preenche as lacunas que me fazem voar...que me instigam a buscar o que cá não encontro...
Sei da utopia que veste minh´alma e me mantém distante do mundo em que habitam fartos de realidade, os tenazes guerreiros... os gentis cavalheiros...os sedutores amantes...  vibrantes agentes do universo. ..
Hás de me esquadrinhar entre os voláteis sussurros...entre os mistérios insondáveis... longe dos arreios da razão...livre das amarras do tempo...muito além das mordaças...onde a vida descansa nos braços do amor esperança...na única e verdadeira aliança...
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 09/07/2005
Código do texto: T32630

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55643 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 06:55)
Angélica Teresa Almstadter