Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Há Muito Tempo!...

 

Há muito tempo que o sol orquestra a sinfonia das cores desmaiadas. Há muito tempo que os algodões embebem as lágrimas cerúleas dos mares encalhados. Há muito tempo que o soão blasfema a ouvidos moucos, mortais. Há muito tempo que despintam das paisagens metafísicas, os verdejantes pastores de gazelas. Há muito tempo, que o nosso tempo é recto!...

E eu nem sei por que solto o canto, se tudo continuará como Dantes: na Terra, o Inferno e o Purgatório. O Paraíso?... O Paraíso, terra baldia e despovoada desde os tempos das Civilizações, encafuaram-no em empoeiradas prateleiras, no ébano Céu dos Penhores... há muito, muito tempo!

Mudam-se os cômputos, mudam-se as Eras! Pois... se ao menos mudassem os aros!...
 

Cristina Pires (julho 2004)
Cristina Pires
Enviado por Cristina Pires em 15/07/2005
Código do texto: T34458

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cristina Pires
França, 51 anos
87 textos (6699 leituras)
1 áudios (37 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 02:34)
Cristina Pires