Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

quase distantes...


 
há dias em que as águas vão e vem...o vento sopra na minha direção..mas a água mal  toca meus pés...sinto a brisa envolver meu corpo...mas ela não cochicha no meu ouvido...como um zunido distante ouço o assobio do vento que balança folhas e varre os pensamentos...quase distantes...
cai o cinza em gotas miúdas e forra o chão sob meus pés...olho para o infinito em busca dos seus olhos que vagam...sem direção
queria guardá-los dentro da minha retina...tanto quanto queria tocar tua pele pra sentir o arrepio das sensações ...as que divido no silêncio dessa tela fria...
sei dos encantos, dos desejos...sei dos olhos brilhantes...mas sei dos espaços...hiatos apertos na mãos frias que procuram ansiosas palavras e sons...nada passeia mais na pele que sentimentos e esse frio que percorre a espinha...
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 02/09/2005
Código do texto: T47178

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55643 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:12)
Angélica Teresa Almstadter