Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carta Roubada

Caminho pela ruela estreita da cidade antiga e deserta.
O dia talvez não aconteça: é a previsão do tempo. Mais 24 horas de reclusão na cidade cinzenta.
Ouço o toque de recolher, e não me apresso.
Sou a espiã da cidade deserta.
Cá ficando, embrulho-me em compromissos imaginários.
Roubo uma carta de Allan Poe,
Ás de espada que me protege como São Jorge,
e continuo a caminhar rumo ao dia
que talvez já tenha acontecido.
Rocio Novaes
Enviado por Rocio Novaes em 06/09/2005
Reeditado em 07/09/2005
Código do texto: T48188
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rocio Novaes
Curitiba - Paraná - Brasil
203 textos (55087 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:30)
Rocio Novaes