Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cálice


Bebo dos teus lábios o mesmo vinho
Mata-me a sede da sabedoria
Congratulo-me
Orgulho-me
De pertenceres ao mesmo campo de guerra que eu
Lutamos pela mesma causa em pavimentos desconhecidos...
Adormeço contigo todas as madrugadas
Separada pela distância
Mas caída do teu lado
Com a alma entrelaçada na tua...
Bebemos dos mesmos lábios
Mesmo sem nunca nos beijarmos
Sem nunca os termos vistos....
Ficas aqui
Passando as mãos nos meus cabelos
Olhando-me nos olhos
Perdendo-te em mim...
Entrego-me a ti com o pecado da devoção
Com a natureza das coisas
Paixão carnal sem carne
Amor espiritual apesar do oceano que se encontra entre os nossos corpos...
Neste campo de guerra
Neste mundo que nos embala
Com a serenidade de outrora
Aquela em que me escreveste pela primeira vez....
Entrega Total....
Embebidos pelo mesmo copo
Pelo mesmo vinho
Cálice de amor platónico!

Joana Sousa Freitas
Enviado por Joana Sousa Freitas em 09/09/2005
Código do texto: T48940
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Joana Sousa Freitas
Portugal, 40 anos
118 textos (7239 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 12:10)
Joana Sousa Freitas