Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU SEGREDO !


Alguém muito especial, uma vez me perguntou qual era o meu segredo de ter tanto carinho para dar. Naquele momento não tive resposta, porque nem mesmo eu havia pensado sobre aquilo. Inquieta como sou, fui procurar respostas. Precisei de um período de silêncio para que eu pudesse ouvir a voz do meu coração. Há algum tempo não tínhamos um papo íntimo, cúmplice e profundo. Digo profundo, porque precisei abrir gavetas lotadas de lembranças propositadamente, deixadas de lado, que continham fragmentos da minha estória de vida. Fragmentos que eu queria esquecer, porque me traziam imagens de dor, de dores que eu não mais queria sentir, mas para encontrar a resposta, era necessário olhá-lhas de frente. E tudo aconteceu como uma espécie de faxina emocional. Naquele instante, me revi e pude finalmente buscar nas lembranças empoeiradas pelo esquecimento os sentimentos que me povoam até hoje.

Minha Amiga querida, perdão se por acaso eu me perder no meio do caminho e entenda que se essa prosa não te trouxer a resposta, significa que eu também não a encontrei. Mas posso te assegurar que meu segredo para amar reside em muitas moradas. Vive por vezes afastado, na encosta do sonho, na fronteira da fantasia ou quem sabe, aqui pertinho, na indiferença do irmão, na aridez que assola as relações cotidianas. Meu segredo tem raízes na incerteza de quem chega a esse mundo num contexto de insegurança dos sentimentos que sustentam uma relação de amor e se apoia na esperança de mudar o curso da estória através da possibilidade de amar e de se permitir ser amada.

Ah! Segredos! Nem sei porque eles existem, e pior ainda, porque nos perseguem por toda uma vida. Creio porém, que todos nós temos um, seja ele aos olhos do estranho, bobo, sério ou doloroso demais para falar, seja ele qual for, ele sempre será o nosso segredo, aquele te nos faz seguir em frente, aquele que nos faz mudar de atitude, diante do mundo, mas ele será sempre especial por ser único e determinante em nossas vidas.

Revirando aquelas velhas gavetas, encontrei pedaços de uma vida que apenas se iniciava, mas que já apontava para um destino pré-determinado, aonde não havia espaço para o amor. Não que eu não acreditasse em destino, apenas me recusava a ser conformista e infeliz. Num sussurro delicado e provocativo, a vida me intimava a lutar para ser feliz. Mas ser feliz, em meio à indiferença e à rejeição, não me parecia algo possível. A montanha parecia alta demais para escalar, o sol parecia queimar as ilusões e o frio parecia congelar os sonhos, tal qual fizera com os corações ao meu redor. Mas ainda assim, eu me recusava.

Para me abrigar do frio da indiferença, juntei retalhos e farrapos de sentimentos perdidos e com a linha dourada do amor, fui costurando minha coberta. Aquela feita de carinho que hoje abriga e aquece tantos outros corações. Aquela mesma que te trouxe quando sentiste frio e pretenciosamente acreditei estar aquecendo tua alma e teu coração. Embalada nessa coberta, me protegia no mundo dos sonhos, fantasiava um mundo novo, diferente do real, talvez até parecido com esse chamado virtual. Meu segredo para amar nasceu desse sentimento de orfandade, dessa necessidade de proteção, desse desejo de saber conjugar o verbo AMAR em todos os tempos. Meu segredo amiga, não cabe nos cofres secretos, porque ama a liberdade, não pode ser contado em tempo real, porque atravessa as fronteiras e os limites estabelecidos por quem decidiu que existe um tempo, uma época e uma idade certa para receber e dar carinho. Meu segredo não aparece nas pesquisas, nem nos contadores oficiais porque contraria todas as leis, até as de mercado. Sua oferta é tão grande quanto a procura; não tem preço, mas tem valia, tem razão de ser e um mercado consumidor sedento por modelos novos e antigos. Afinal, toda forma de amar vale a pena!

Fui seguindo... e pelo caminho ficaram fagulhas das ilusões desfeitas, mas ficaram também o brilho de cada coração que por mim foi muito amado, ficaram os sorrisos que acompanham meus dias; as saudades daqueles que não tiveram a oportunidade de serem aquecidos pelo calor da minha coberta; ficaram as luzes; o brilho do sol; o cheiro de amor que vem da flor. Ficou a certeza de que cada amanhecer é o renascer das esperanças de que o amor ainda vai chegar e é aí que se sustenta o meu segredo... na esperança de que o amor está a caminho e de que cada um de nós é um ser muito especial e que merece ser muito amado e feliz.


Setembro de 2005


Sandra Mara
Enviado por Sandra Mara em 19/09/2005
Reeditado em 07/02/2008
Código do texto: T51716

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sandra Mara
Estados Unidos
84 textos (12088 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:49)
Sandra Mara