Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Me concedo abraços


Deita a cabeça sobre meu colo, esquece a aflição das horas, as pessoas à sua volta...era tudo que eu queria ouvir...mesmo que lá fora fosse dia e ainda que toda a agitação ao meu redor fosse como um furacão a me varrer a paciência e consumir meus sorrisos, hoje tão amarelados...
Dedos longos passeando sobre a minha pele tensa, enfiando pelos meus cabelos escovados...e um olhar de cumplicidade de quem não carece de palavras pra dizer: eu te amo; seria a dose perfeita para que meu corpo relaxasse e despretensiosamente deixasse cair as muralhas últimas da minha rebelde obsessão por verdades absolutas; essas que não existem mais.
Fecho os olhos, me concedo abraços só meus, enquanto as lágrimas insistem descer copiosamente porque meu corpo conhece tanto esses braços...
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 23/09/2005
Código do texto: T53268

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55638 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:10)
Angélica Teresa Almstadter