Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Palavras ao acaso

Palavras ao acaso!

Quando se sofre toda a gente sofre – todos os seres humanos sofrem!
Afinal, quando alguém sofre o mundo não lateja e o Universo perde o brilho.
Talvez por isso ninguém se conforma com a dor.
Deste modo tentamos expurgar a dor e, no entanto, também nós teremos as nossas próprias dores.
Quantas vezes se procuram aliviar as dores pensando na dor dos outros.
E partimos à procura de uma comparação.
Precisamos da de fita métrica ou de um qualquer instrumento de medida:
A minha dor é maior que a tua,
ou será a tua dor maior que a minha?
Depois… existem aquelas dores incuráveis que nos tramam.
E lá vamos nós a correr à procura do instrumento de medida!
Acaso a solidão que mata é um sofrimento menor?
E como mediremos o amor?
No meu caso vou tentando sublimar o meu coração para merecer a dimensão moral e humana da minha companheira:
Tanta dignidade quando me faz encarar o meu gesto incerto, o lado esquerdo menos lesto, como uma não fatalidade.
Porém, é difícil aceitar e não pensar: como será o futuro?
Quem me irá ajudar a puxar e a dobrar os lençóis?
Acabo este meu pensamento escrito totalmente ao acaso.
E nem sequer me vou preocupar com a irregularidade na escrita, escrita a uma mão, para “Letras ao Acaso” que divulgo com atraso.
Que esta sublime comunidade de almas, que se unem neste virtual universo pelas palavras, construam um mundo melhor.
Se tempo houver!
Rogério Simões
http://poemasdeamoredor.blogs.sapo.pt

Romasi
Enviado por Romasi em 24/09/2005
Código do texto: T53469

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Romasi
Portugal, 67 anos
29 textos (3790 leituras)
9 áudios (510 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 05:15)
Romasi