Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SACRIFÍCIO SEM VALOR ("O mar, o azul, o sábado, liguei pro céu mas dava sempre ocupado" — Paulo Leminski)

            Hoje ...Ah sim! Já estivera melhor em outros Sábados, mas neste estou andando como caranguejo, olhando para trás. Foi uma semana cansativa, e, acima de tudo, imagina ir para a cama às três da madrugada, digitando nota de aluno como uma obrigação do trabalho: o conselho de classe para expor notas é agora pela manhã. Experiência insana, se o uso da produção é urgente, a entrega de boletins não, deviam esperar o fim derradeiro respeitando a dinâmica! Trabalho não criativo, diga-se de passagem, nos atrofia! Estou sem nenhuma condição de estabelecer conversa que fortaleça algum dos laços respeitáveis, podendo apenas aumentar as diferenças. Ouvir o outro nesse momento não será um aprendizado, estou incapaz de compreender as expectativas do contexto. Assim, se faz um homem na linha de montagem. No sábado letivo, não posso ir trabalhar, meu corpo cansado pede uma cama quentinha, colinho e proteção. Tanto que preferi os perigos da má reputação e todas as broncas da coordenadora. Vão cortar meu ponto do dia em que eu estava exatamente exausto do meu trabalho em hora extra. Você não se esforça tanto assim, né?!
           Geralmente, meus sábados são em ritmo de festa! Vou sair e me diverti, não neste. Não posso deixar de cumprir as obrigações em detrimentos dos prazeres. Apenas estou cuidando para não me envolver em disputas movido por uma cobiça cega e com certeza não irei passar os limites de minha liberdade e nem da liberdade dos outros. Provavelmente, se alguém me convidar para uma nova tarefa, ou começar uma atividade estimulante eu confiarei em meu potencial e não fugirei jamais de uma boa oportunidade de trabalhar mesmo que sacrifique o Sábado. Mas, conselho de classe, poupem-me!
           Agora me encontro aqui, escrevendo esta justificativa aos lamentos, lutando por autonomia, todavia muito cansado, não tem jeito, considerando a hierarquia, continuo dependendo dos outros, tanto no íntimo como no profissional. Não tem como fugir disso, estou na equipe. Vou repor este dia, contribuindo com minha criatividade e sagacidade quem sabe, teremos conquistas importantes. Meu esforço, de agora, é procurar me associar a outras pessoas com talentos similares, pois as parcerias elevam as possibilidades de êxito. Pensando nisso e em férias...
            Como sinto falta de uma pessoa com verdadeiros sentimentos religiosos e uma boa formação cultural para ter um bom papo sobre a vida e filosofar sobre tudo! Conversar sobre os últimos acontecimentos e as perspectivas para o futuro próximo. Estou atento, porém sei que esse tipo de atenção que eu quero conquistar é muito difícil. Já fiz muitas tentativas e só me geraram discussões. Como posso mostrar minha independência, OBEDECENDO? Contudo, quero UM SÁBADO SÓ PARA MIM.
Kllawdessy Ferreira
Enviado por Kllawdessy Ferreira em 01/11/2016
Reeditado em 02/06/2017
Código do texto: T5809514
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Kllawdessy Ferreira
Goiânia - Goiás - Brasil, 58 anos
668 textos (84955 leituras)
2 áudios (305 audições)
1 e-livros (80 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/07/17 08:13)
Kllawdessy Ferreira