Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tempo perdido

Talvez já nada sobeje de mim
A não ser aquela melancolia que me preenche sempre
Em momentos de exactidão perfeita
Que me eleva ao papel e me descansa a alma...
Talvez reste um pouco do meu olhar
Com um brilho no mais profundo do ser
 Reflectindo  lágrimas que desaguam na alma...
 Talvez perca todo o tempo do mundo
Os minutos que me restam
Sem dar brilho aos teus olhos,
Consumida pelo vazio
Pelo silêncio e escuridão
Fechando cortinas ao teu abraço
Calcando cada movimento sonoro
Optando pelo nada que se deleita comigo
Nas paredes sujas do fundo da casa,
Ao invés de adormecer sobre o encanto da tua vida.
Joana Sousa Freitas
Enviado por Joana Sousa Freitas em 11/10/2005
Código do texto: T58625
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Joana Sousa Freitas
Portugal, 40 anos
118 textos (7241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:38)
Joana Sousa Freitas