Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Parcimônia

Nascer, existir;
Crescer, brincar;
Brincar de correr,
Brincar de estudar.
Ficar emburrado com tudo,
Alegrar-se com tudo.

Crescer mais, estudar mais:
Sofisticar a vida aos poucos.
Aprender a existir para o mundo
E não mais apenas para si.
Não apenas ser, mas ser-alguém,
ser-alguém-para-os-outros.

Existir de verdade, crescer de verdade;
Correr de verdade, estudar de verdade.
Brincar de existir e não apenas existir!
Existir é fácil. Planta existe, pedra existe,
nuvem existe: O mundo é uma infinidade
de existências.

Correr para estudar, estudar para crescer.
Crescer para não crescer mais,
Findar-se na inexorável roda que nos pusemos
A girar incessantemente e incessantemente girar
A roda inexorável da existência!
Que vida é essa, meu Deus?!


Sombra fútil chamada gente
Enviado por Sombra fútil chamada gente em 21/03/2017
Reeditado em 21/03/2017
Código do texto: T5947342
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sombra fútil chamada gente
Bayeux - Paraíba - Brasil, 21 anos
3 textos (76 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/06/17 21:22)
Sombra fútil chamada gente