Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VOCÊ É MESMO AMIGA?

Você me diz sempre a verdade?
Você me considera igual, irmã?
Sabe quando estou triste, alegre,
preocupada, angustiada, brava,
decepcionada, pelo tom da minha voz?

Você sabe o que me dizer em todos esses momentos?
Você sabe me ouvir?
Você sabe me dizer sim e não?
Você me dá um banho de água fria
quando estou na febre do erro?

Você respeita o meu espaço?
Você respeita o meu silêncio?
Você procura entender os meus atos
antes de julgá-los?

Você entende que eu não sou maravilhosa,
que tenho mil defeitos,
que tenho segredos?
Você leva a mais alguém
os meus segredos
(aqueles que só você conhece?)

Você entende
que tenho dores que não quero repartir?
Você aceita esse meu egoísmo?
Você compreende
quando não quero falar de flores?
Você é um escudo
quando alguém lhe diz de mim
coisas que não são verdadeiras?

Você se interessa pelos meus planos?
Você é capaz de me apoiar
mesmo sabendo que vou dar
com os burros n'água
quando descobre que preciso aprender sozinha?

Impede que eu cometa erros
quando sabe que pode evitar
ou é dos que dizem:
-"Não tenho nada com isso?

Você aceita que,
em algumas vezes,
eu não possa sair de cima do muro?
Você me ajuda a fugir das enrascadas,
tentando apagar o fogo?

Você se melindra
quando é necessário dizer-me algo
que sabe que vai machucar-me?
Você diz?
Você tolera os meus hábitos,
meus desassossegos, meus climas?

Você colabora
neste meu caminho pela vida
ou é apenas expectador?
Você me usa
quando precisa defender-se
de algo que fez errado?

Você me aplaude
quando subo um degrau
que você também sonha
mas ainda não conquistou?
E se foi você o primeiro nessa conquista,
estende a mão
para que eu chegue junto mais depressa?

Você está sempre pronta
quando eu preciso de você,
atende os meus chamados?
É capaz de dizer-me sem se constranger:
- "Agora não posso"
e retoma logo que possa?

 Já sei:
Você é tudo isso!
Que bom!
Você é amiga!
E desculpe-me:
ainda eu não sei
ser tão boa assim!

SP, 08/10/2005
15:00 horas
Cleide Canton
Enviado por Cleide Canton em 14/10/2005
Código do texto: T59694
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cleide Canton
São Paulo - São Paulo - Brasil
77 textos (3241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:33)
Cleide Canton