Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Assim é

Há um começo, sempre uma esperança.
No início, sonhos e projetos
Não bem definidos, às vezes esparsos.
Os tempos passam, a realidade aparece.
Aos poucos, os sonhos se esvaecem e
A sobrevivência se torna o imediato.

Vivendo-se, toma-se um rumo
Muitas vezes não planejado.
Apega-se ao que se tem.
O sonho, antes almejado,
Agora, a crueza do concreto
Não pensado em épocas remotas.

Assim é a vida que nos leva
Por caminhos não escolhidos.
E a eles nos submetemos.
Afinal, encontramos uma saída
E por ela caminhamos
Ao inexorável e derradeiro encontro.

Prestes do ocaso, ainda pensamos
Porque assim teve que ser.
Éramos livres para escolher.
Mas na prática, um pouco pelo acaso,
Muito mais pelas circunstâncias,
Ao final, fomos o que fizemos.
Augusto Canabrava
Enviado por Augusto Canabrava em 15/10/2005
Reeditado em 12/02/2007
Código do texto: T60018
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Augusto Canabrava
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
77 textos (10686 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:36)
Augusto Canabrava