Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Hiroshima

Do átomo vem nosso futuro,
Por ele plantamos a nossa paz,
Pequenas perdas para grandes ganhos,
O futuro deles, agora o destino faz.

Grande fonte de energia e poluição para as gerações futuras,
Tudo tem uma justificativa,
A guerra é justificável para a paz,
Há, muito belas, as regras explicativas.

Um clarão que arrebenta seus olhos,
Sua pele já não pertence ao seu corpo,
Você, infeliz habitante de Hiroshima,
Dentre tantos é só mais um, está morto!

Clamam por água em um inferno na terra,
Nem a água nos serve, ela mata!
Agora precisamos de uma desculpa para testar nossa arma,
Chega de guerra, basta!

Clarão que alimenta as pestes infernais,
Calor que movimenta contas bancárias,
Agora sentem larvas penetrando em sua pele,
Bem-vindo a Hiroshima, aqui as maldições são diárias.

Não temos remorso nem pena,
Pois na verdade nada aconteceu,
Esconderam tão bem a verdade,
Cegaram os olhos de Deus.

Sobra-nos desprezo,
Falta-nos comida,
Agora acabou a guerra,
Que comece a nossa vida!

Futuras gerações vejam a bela arma que traz a paz,
Nos da segurança, garante o seu desenvolvimento,
Mas não se esqueça de olhar tudo superficialmente
Caso contrário aparecerá a verdade, e o fim do seu contentamento.

De um lado, um imperador insano,
De um lado, um cientista marionete,
Mas para que nos preocuparmos com uma vida humana?
Afinal, em nome da ciência, a vida se compromete.
Web Maker
Enviado por Web Maker em 26/08/2007
Código do texto: T624174
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Web Maker
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 28 anos
36 textos (3444 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 17:46)
Web Maker