Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Tristeza da Lua e a Minha

A Tristeza da Lua e a Minha



A madrugada me acordou em prantos, despejando estrelas do céu sobre o telhado onde me encontro...

E meus olhos se assustaram tanto, que estou a chorar também.

Luazinha, luazinha, que dor a nossa, de estarmos tão sozinhas!

Você chorando a saudade do sol...

E eu não tenho nem uma estrelinha para deixar cair, avisando essa tristeza em mim.

Queria dizer ao moço bonito que me encantou com aqueles olhos tão lindos, que o meu coração teve vontade de fazer um pedido. Dizer a ele, quer namorar comigo?

Ele me olhava, me olhava até quase eu perder os sentidos e foi tão bom, que eu não me cabia dentro do vestido...

Mas como dizer uma coisa dessas?

Saí às pressas, vim embora, custei a dormir. Aí, lua querida, você me acordou chorando, me fazendo lembrar que não ter com quem dormir é ruim à beça!

Eh, você lá em cima e eu tão pregada aqui.

Gabriela A B Idelanjo
Enviado por Gabriela A B Idelanjo em 27/08/2007
Código do texto: T625477
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gabriela A B Idelanjo
Uberlândia - Minas Gerais - Brasil
6 textos (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 19:52)
Gabriela A B Idelanjo