Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando um poder invade.

Quando um poder invade.




As luas que passam me chamam para passear, mas não sei andar sem ser de mãos dadas. O tempo se faz.

Meus braços precisariam ter raízes ao inverso...

Na claridade penso coisas que a noite não permite. Sou centrada demais.

Então emudeço o meu coração a serviço da razão, enquanto os dias acontecem... Mas na hora em que há permissões me desconheço!

Eu me descubro aos poucos e no maior tanto, duvido-me.





Gabriela A B Idelanjo
Enviado por Gabriela A B Idelanjo em 28/08/2007
Reeditado em 03/09/2007
Código do texto: T626841
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gabriela A B Idelanjo
Uberlândia - Minas Gerais - Brasil
6 textos (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 07:25)
Gabriela A B Idelanjo