Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Crise existencial.

Cultivei amores e dores
Felicidade, que segredas coisas irreais.
Amei só aos pedaços
Afeiçoado em ser cruel.

Vida amarga!
O amor, uma paisagem erma
Frágil e dolorida.

Se dor fosse tudo na vida
A morte seria a essência do bem.

Tremo e derivo...
Aos pedaços do que amei
Onde a dor venceu.

Bem-aventurada a esperança
Onde morre a inconsolável mágoa
Que inquieta, ansiosa
Conforta como um dom sagrado.

Fernando A. Troncoso Rocha.
Fernando Troncoso
Enviado por Fernando Troncoso em 01/09/2007
Reeditado em 01/09/2007
Código do texto: T634027

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Fernando A. Troncoso Rocha). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fernando Troncoso
Praia Grande - São Paulo - Brasil
243 textos (4741 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 18:11)
Fernando Troncoso