Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DOS MALES AO AMOR

Evaldo da Veiga


Então, dos males que já formavam terríveis batalhões,
impondo agressões dolorosas e injustas,
resolvi fazer a melhor realização, idealizando você.

Também da saudade, da dor expectante,
da espera algoz, fiz você.

Criei um bálsamo, e quando as aflições aumentavam,
vinha em mim, algo delicioso, você.

Nunca mais chorei, deixei meus olhos descansarem na paz
do teu olhar e sorri. Mesmo distante, vi você.

Apeguei-me à tua chegada,
com a ternura maximizada no instinto
de sobrevivência: vi e senti você.

E no teu olhar, em uma quimera escudada no real amor,
fiz-me nascer pra verdadeira vida, nasci de você.

Meus olhos viram a esperança tão próxima, tão eloqüente,
e ela tocou-me; e no efeito do mais puro carinho,
surgiu o  essencial à vida, ofertado pelo amor,
Você.

VEM!


evaldodaveiga@yahoo.com.br
Evaldo da Veiga
Enviado por Evaldo da Veiga em 05/09/2007
Reeditado em 13/05/2012
Código do texto: T639831

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Evaldo da Veiga
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 74 anos
952 textos (314114 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 06:51)
Evaldo da Veiga