Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ele não quer o bem de ninguém

Sem músicas ou disfarces eu escrevo isso aqui. Digito como se quisesse amassar o pobre teclado que nada tem que ver com a minha ordinária revolta. Ordinária sim. Não tenho motivos, não tenho promessas desfeitas. Só sonhos. Meus sonhos. Fui eu que sonhei, não foi? Fui eu que criei promessas de outras pessoas para mim mesma. Fui eu que imaginei discursos nunca pronunciados. Fui eu que criei cenas nunca concretizadas. Sou eu que entro no banheiro e falo sozinha olhando minha sombra com cor no espelho. Sou eu que finjo estar num lugar bonito e tranqüilo todos os dias. Fui eu que quis estar lá. Sou eu que quero estar lá. Ninguém me deu garantia de nada. Aliás, garantia de que, Mariana? Garantia de vida feliz e de amigos gratos? Garantia de mundinho com pessoas educadas? Garantia de mundinho cor de rosa e perfeito? Não, Mariana, ninguém nunca te falou dessas coisas, ou falou? Porque sinceramente, tola Mariana, acho que não. Pelo menos não na minha frente. E olha, menina, que te acompanho há anos, há vidas. E olha, menina, que eu já vivi um bocado... Eu já vi muitas coisas acontecerem. Ninguém nunca te prometeu nada, garota. Ninguém. Tu que insistes em continuar com teus sonhos bobocas de criança, tu que insistes em continuar acreditando, mesmo se achando a bruxa má, em conto de fadas. Tola menina, tola criança. Acorda pro mundo! Acorda pra vida! Tu não podes mais ser menina. O mundo não tem mais espaço para isso. Nem o teu, doce e tola menina. Então levanta, anda, corre, grita, trabalha, espanta. Espanta pra longe teus medos, espanta pra longe tua pureza. Manda isso tudo ir em boa hora. Não tem mais lugar para isso não. Não cabe, simplesmente não dá. Mundo perfeito não existe e nunca ninguém te falou nisso, nunca ninguém te prometeu um final feliz ao lado do príncipe encantado, garota. Ninguém prometeu e não o terás, menina. Morrerás sozinha e triste, como todas as outras criaturas terrenas indignas de felicidade. Criança, acorda para vida! Esquece a menina. Isso é para o teu bem. O mundo não quer mais isso, Mariana. Ele não quer o bem de ninguém.

DATA TEXTO: 15/05/2005
Mariana Serra
Enviado por Mariana Serra em 06/09/2007
Código do texto: T641100

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor - Mariana Serra - e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mariana Serra
Teresina - Piauí - Brasil, 28 anos
13 textos (668 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 14:51)
Mariana Serra