Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bilhetinho

E foi fazer um bilhete a ela
Sem curvas
Sem enfeites
E talvez, sem cores.
Em linhas retas,
Traços fortes.
Escreveu o necessário,
Porque não podia ser abarrocado,
E que depois de dito,
Não havia como se dizer não-dito.

E foi deixando o papelzinho na mesa dela
Junto às flores.
Da janela vinha um vento frio,
Que dava leveza ao ambiente.
Um vento derrubou o bilhetinho,
No chão.
E ele pareceu estar jogado
thais rey grandizoli
Enviado por thais rey grandizoli em 09/09/2007
Código do texto: T645539
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
thais rey grandizoli
São Paulo - São Paulo - Brasil
23 textos (915 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 02:18)
thais rey grandizoli