Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A felicidade tão nossa não é de ninguém

Já era tarde quando acordei:
O sol se punha;
A lua esperando sua vez!
A virgem não era mais pura
Nem éramos reis!
Sonhamos que tudo era bem assim!

Já era tarde (o quanto eu não sei):
A vida, na sela;
A morte cantando nas ruas!
A virgem não era mais pura
Nem éramos reis!
Sonhamos que tudo era bem assim!

Tanta alegria!
Vida de rei!
A felicidade tão nossa
Não é de ninguém!

A felicidade nossa
Não é de ninguém!
Darknus
Enviado por Darknus em 11/09/2007
Código do texto: T647286

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Darknus
Vespasiano - Minas Gerais - Brasil, 45 anos
36 textos (1406 leituras)
1 áudios (133 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 19:39)
Darknus