Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Você...

Há horas em que qualquer expressão de amor, ou poema que escrevo, me parece pequena e que a poesia que coloco no papel está sempre incompleta. Que só uma boca sugando a minha mataria minha sede, só o calor da carne macia e cheirosa me acalmaria e só uma pessoa – VOCÊ - me faria viver um mundo completo, no qual os sonhos e fantasias se mesclariam com a realidade, e deixaria o meu coração feliz!
CARLOS CUNHA o Poeta sem limites
Enviado por CARLOS CUNHA o Poeta sem limites em 20/09/2007
Reeditado em 20/09/2007
Código do texto: T660428

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
CARLOS CUNHA o Poeta sem limites
Japão, 63 anos
369 textos (437899 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 23:03)
CARLOS CUNHA o Poeta sem limites