Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM DIA, UM TEMPO, UM SONHO


Na sala de espelhos encontrei minha cara lavada.
Minha cara no tempo guardada.
Um dia, um tempo, um sonho...
Encontrei a mulher que foi tão amada.
A mulher abandonada.
A mulher na cama largada.
A mulher na calçada.
A mulher a chorar desesperada.
Um dia, um tempo...
E o sonhar intenso.
O homem propenso.
Na sala de espelhos encontrei as respostas para uma alma agoniada.
Mas a sala proibida que tanto bem me fazia, que tanta alegria me trazia, me deixou a morrer de agonia.
Porque chegou outro tempo, outro dia.
Chegou o final de uma linda e doce fantasia.

SONIA DELSIN
Enviado por SONIA DELSIN em 25/09/2007
Reeditado em 25/03/2011
Código do texto: T667417

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SONIA DELSIN
São Carlos - São Paulo - Brasil
4682 textos (80859 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 06:42)
SONIA DELSIN