Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sentado no fundo da sala

          Sentado no fundo da sala ele pensava, meditava, via seu tempo passar, e como passava rápido, tão rápido que nem parecia passar. O tempo voava a ponto de perdê-lo em algum lugar. Seu tempo voou e quando percebeu já estava quase acabando. As aulas pareciam não ter fim. Pra que serviria  tudo o que aprendera até ali?
          O temo passou e ele, sentado no fundo da sala, não percebeu. As aulas passaram uma a uma, cinqüenta minutos se tornaram cinqüenta anos. E ele dormiu, acordou, escreveu, anotou e se cansou enqüanto o tempo passava.
          Dizia que não parceia acabar, dizia ser eterno, vivia reclamando, cansado, sempre cansado. Sentado no fundo da sala onde a aula  parecia distante, onde a voz do professoar não o alcançava, onde nada o tocava.
          Protegido por conversar, milhões de assuntos, piadas e dramas pessoais, qualquer banalidade complexa adolescente. O tempo passou como no futurismo, foi traçado como em geometria, criou raízes como em botânica e se marcou na história. Ficou na sua história racionalizandoa vida. O tempo causou profundos arrependimentos.
         Ele não o esperou, deixou-o sentado no fundo da sala, perto do final. Ele acordou, como quem acorda de um sono numa aula qualquer: de repente, assustado, com a cara amassada. Percebendo que perdeu muita coisa e faltando pouco pra tocar o sinal.
          Começa a arrumar sua mala, acredita estar adiandtado, guarda seus livros, seu caderno e seu estojo, fecha o zíper da mala, a coloca em cima da mesa, espera as últimas palavras do professor. PÉÉÉÉÉ. O sinal tocou, colocou a mala nas costas, ele vai pra casa, vai se preparar pra prova, pra prova de uma nova etapa. Mas quando seu tempo começou a correr ele era só um menino em uma escola nova. Agora ele passou e está passando, o menino se tornou um garoto que está se preparando pra se tornar um homem.
          Toca novamente o sinal, o tempo muda, mas continua. Ele se senta na frente da vida.
Vinicius Garcia Pires
Enviado por Vinicius Garcia Pires em 26/09/2007
Código do texto: T669799

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vinicius Garcia Pires
São Paulo - São Paulo - Brasil, 27 anos
23 textos (800 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 08:32)
Vinicius Garcia Pires