Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vidas Passadas

É como se não fosse real
Você e eu...
É como se não existisse
Meu corpo e o seu...
Amores eternos de vidas passadas
E a certeza de muitas vezes
Já ter sentido a textura suave de seus cabelos em minhas mãos...
Em algum lugar perdido no passado
Ter sentido o toque cálido de sua pele
E o calor lânguido de seus lábios...
Ter ouvido a voz que tanto ecoa em meu quarto
E a certeza de já ter sido amada pelo seu corpo...

Saudades das tardes de domingo
Em que a garoa fria nos trancava em sua casa
E não nos dava outra alternativa
Se não passar a tarde toda em sua cama...
Saudades de sentar-me à mesa daquele bar
E sentir que,
Apesar de todos os olhares serem para você,
Você só tinha olhos para mim...
Saudades de ter você sentado em meu sofá branco
Que tão bem combinava com o tapete cor de mel
Acariciando meus cabelos
Ao mesmo tempo em que brincava com meu cachorro...
Saudades das flores de dezembro...
E por que elas tiveram de vir em maio naquele ano??
Brancas... tão frias...
Muito diferente das vermelhas que você costumava me dar
E amor...
Você bem sabe que eu nunca gostei de jantar a luz de velas,
Elas eram mesmo necessárias naquela ocasião??
Você bem sabe também que nunca gostei de lhe ver chorar...
Então por quê??
Meu “adeus” teria sido tão mais fácil
Se eu tivesse tido a certeza de que você ficaria bem...
Mas eu sabia amor...
Eu sabia que acabaria perdido pelos bares,
Afogando-se em bebidas e mulheres,
Buscando em outros corpos minha alma perdida...
E foi por isso que eu voltei mel,
Eu voltei pra buscar meu amor perdido...
E eu sei anjo...
Sei que eu achava essa história de alma gêmea
Uma “idiotice romântica”...
Mas agora eu vejo que elas existem
E que uma não sobrevive sem a outra...
Nem tampouco morre...






Doyle
Enviado por Doyle em 28/09/2007
Código do texto: T672186

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (nome do autor mais link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Doyle
Maringá - Paraná - Brasil, 28 anos
6 textos (280 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 21:43)
Doyle