Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mais solidão

Solidão

Descuido-me da imagem
Como a noite se descuida da lua
Passa inerte entre estrelas que flutuam na madrugada...
Fico estática na rua entre pedras e lixo vendo o mundo correr
Caminham apressadamente, aos encontrões como buscando no final do dia
O rastilho de fim do mundo...
Que importa o brilho nos olhos
Os cabelos vermelhos penteados
A roupa lavada?
Quando dos olhos escorrem lágrimas
Lágrimas que arrancam a tinta
Tinta que nos suja a roupa
Roupa que se mistura com o sangue
Sangue que nos corta a alma
Alma que morre com a imagem do universo que corre
E nos deixa para sempre sós....
Joana Sousa Freitas
Enviado por Joana Sousa Freitas em 04/11/2005
Código do texto: T67309
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Joana Sousa Freitas
Portugal, 40 anos
118 textos (7239 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 10:03)
Joana Sousa Freitas