Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BUSCANDO O AMOR

Evaldo da Veiga

Não digo: - Venha comigo sob minha direção!
Posso perder-me e te levar aos descaminhos.
O projeto de duas vidas tem que ser feito por dois.
Cheguei aos sessenta, entendendo agora,
que pouco sei, mas que muito posso aprender.
Repito as idiotices de antes, isso é a sensação pior;
mas o mais grave mesmo, seria deixar de tentar.
Nada disso de ser o bonzão, não é por ai, mas tentar
ser melhor de mim mesmo, vale a pena tentar.

Sou adulto e muitas vezes menino.
Não consigo pleno discernimento, pudera,
sou dispersivo, adoro brincar. Brincar e amar.
Brincar de fazer amor é quando se faz a coisa
mais produtiva, em termos de recrear, brincar sem enjoar.
Sem alguém por perto, brincar sozinho:
tantas imagens armazenadas,
tantos momentos que se pode reviver.

Lembro sempre da minha amiga que envia
e-mail pra si mesmo, em altos elogios:-
“você é uma graça, super deliciosa, vale a pena te amar”.
Elogio nessa dimensão é o que envia pra si mesmo
quando se sente só ou um tanto desanimada.
O humor melhora de pronto, e vem o sorriso,
vontade boa de viver.
Pensei que jamais faria o mesmo, faltava coragem,
mas acabei fazendo, é mais uma forma de amar,
brincar e viver.

Alicerçado no amor estamos livres, pra ver, sentir e pensar.
Do amor decorrem todos os bens, isso é o “beaba”;
entretanto, não se sabe o porquê, muita gente se põe a duvidar,
mergulha em dúvidas se de fato existe o bem,
e a dúvida insana, é o início da grande dor.

Esse comando que não se consegue definir, lindo e intenso,
este sim, conhece o caminho e sabe onde se deve chegar,
é o nosso Deus.
E ele está dentro de nós. Deus é nosso e de todos.
E, em multiplicando amor,
sua capacidade de doar-se se expandiu ao infinito.

Fugindo de nós fugimos de Deus.
E na distância criada, damos espaço ao mal.
Tudo muito simples: o amor é o bem maior.
O amor é Deus, Deus é amor.

“Vai minh´alma em amor embebida,

entregar-se ao nosso doce Deus”

 
Imagem: Tela do Salvador Dali

evaldodaveiga@yahoo.com.br

 

 


Evaldo da Veiga
Enviado por Evaldo da Veiga em 30/09/2007
Reeditado em 30/09/2007
Código do texto: T674436

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Evaldo da Veiga
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 74 anos
952 textos (314225 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 09:47)
Evaldo da Veiga