Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Espetáculo

Espetáculo

As mãos trêmulas parecem não saber o que fazer ou por onde começar. As bocas ocupadíssimas por beijos e lambidas perderam completamente o dom da fala. Não há mesmo nada a ser dito, palavras são limitadas ante emoções vividas. As peles queimam, os pelos eriçam diante do toque, o desejo latente é quase dor. O cheiro de suor prenuncia o do prazer, o odor almiscarado do gozo, o elixir da vida, a perpetuação da espécie no seu mais mágico e delirante momento. Roupas e adereços são descartados num delicioso e embevecedor ritual conduzido por todos os exacerbados sentidos. Os amantes se fundem, se atam, se prendem entre pernas tesas e lençóis molhados. Acima a lua manda as estrelas acenderem o céu e iluminarem o espetáculo, cometas se jogam para assitirem melhor, mas no centro do improvável palco, os amantes em exercício, viscerais e reais atores,  fazem brilhar a única luz de primeira grandeza, a da perfeita e alquímica união do amor e do sexo. Em neón, as nuvens anunciam a suprema atração em cartaz, o ato de fazer amor, o único que jamais se repete e é sempre inédito a cada cena.

Leonardo Andrade
Leonardo Andrade
Enviado por Leonardo Andrade em 03/10/2007
Código do texto: T679061

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leonardo Andrade
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1506 textos (64301 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 02:32)
Leonardo Andrade