Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quotidiano de um Herói Proletário

Eu sou um cara calmo, eu sou um cara pacífico. Nada me transtorna, nada me afeta. Eu sou um cara legal. Eu sou... Eu sou... O quê mesmo eu sou? Me disseram que simplório é burro. Me disseram que burro é ignorante. Não é todo mundo que tem um diploma e um bom cargo que merece ganhar a estrelinha de mais inteligente da classe. Me disseram que inteligente não é necessariamente o que pensa... Me disseram que sou inteligente. Eu penso? Me disseram que penso, logo existo... Eu existo? Papéis, papéis, tantos papéis... Danem-se papéis!
Flame eyes
Enviado por Flame eyes em 09/10/2007
Código do texto: T687384

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Mahyná Cendon http://kreonte.blogspot.com/). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Flame eyes
Teresópolis - Rio de Janeiro - Brasil, 31 anos
56 textos (2330 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 13:14)
Flame eyes