Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
                                        NATUREZA E PAZ

Tirei uns dias para mim. Fui para um lugar que era o Paraíso..passeava por um campo gramado, onde após uma ligeira colina havia um lago ,patinhos e marrecos nadavam, deixando um rastro nas águas calmas e límpidas. Alí era calmo, ouvia-se o canto dos pássaros, um ar suave e refrescante aliviava o calor do sol. Fiquei descalça e senti o úmido da relva nos meus pés, macio, gostoso de pisar, parecia carinho; alí, sentí-me parte daquela paisagem bela, deliciosa.  O  que já não podia-se ver mais nas cidades grandes.  Naqueles momentos só eu e os patos, marrecos e pássaros existiamos no mundo, o perfume de flores  silvestres eram trazidas pelo vento e completava a beleza daquele lugar mágico para mim.
Rapidamente, passou por minha cabeça, que seria por pouco tempo, mas tentei eliminar essa lembranças, esquecer o barulho ensurdecedor de carros, motoristas estressados, buzinas logo que o sinal abre, gente nervosa..Logo voltaria a vida de sempre, sem nenhum atrativo..um cinema, um filme na Tv, um bom livro pra ler, senão ficamos também estressados e a poluição, noticiário de tv sobre mortes e assassinatos...tentei me livrar de pensamentos assim e deixar para quando não pudesse evitar.
Ali, o amor pelo pelo mundo tomou conta de mim. Lembrei meu passado, meus sonhos que perdi pelos estreitos caminhos de minha vida, o que me sobrava de bom depois de tudo e vi que não havia nada...poucos sonhos realizados, nada para dizer que valeu!!! Mas estava no paraíso agora...
deitei na grama, fechei os olhos e me deixei adormecer suavemente enquanto pássaros cantavam nas árvores...embalada pelo quá..quá..quá dos patinhos, me vi sorrindo...e lembrei...a quanto tempo não sorria? A quanto tempo não me sentia bem comigo mesma? Estava sozinha, mas estava ótima...sentia-me feliz alí...naquele cantinho do mundo, belíssimo cantinho do mundo.
Tentei rever tudo em meu pensamento, de olhos fechados para guardar aqueles sons, aquelas imagens para nunca esquecer que se pode ser feliz sozinho sem sentir solidão...
A maior solidão está justamente no meio da multidão, nos colegas de trabbalho, nos parentes, entre ganhas e perdas, salvam-se , um ou dois amigos...Amor? Quem tiver deve dar todo o valor do mundo, pois é o amor a nossa mola maior, é o que nos impulsiona na vida, para sermos melhores, e nunca sentir tristeza, solidão, angústia...existe algo pior que angústia? O amor não permite que se pense em tais sentimentos...mas sem o amor...a vida é fosca...sem brilho...há a dor da perda do que se deixou pra trás, e uma grande tristeza nos invade a alma...e nessas horas,,,fechamos os olhos e em belos devaneios, ilusões,,voltamos para o paraiso do mundo e tentamos reaquecer nossa alma já tão sofrida e cansada de procurar e não encontrar.. até a fé...quando se perde a fé,,,então não sobra nada...é final mesmo...

                           NAJA
naja
Enviado por naja em 16/10/2007
Reeditado em 29/10/2007
Código do texto: T697330
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
naja
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1207 textos (235389 leituras)
147 áudios (33060 audições)
525 e-livros (50944 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 00:38)
naja