Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Inda...


que eu rasgue os véus que ocultam as belezas do Universo e desvende os mistérios que nos foram ocultados, sou mortal!

que eu enxergue com clareza e decifre o que brilha na aura da vida, sou mortal!

que as ondas revoltas do mar se aproximem das bordas da praia traçando poemas inesquecíveis, sou mortal!

que as nuvens se aglomerem e despejem uma chuva torrencial sobre as nossas cabeças, sou mortal!

que apenas sobreviva a esperança de receber um último beijo teu, sou mortal!

que eu pense que sou!!! Sou mortal!

Sim. Sou mortal no físico, na aparência.Na matéria.

Inda assim...sou IMORTAL!!!



Uma noite linda e mágica.PAZ!

Sônia Maria Cidreira de Farias
Enviado por Sônia Maria Cidreira de Farias em 25/10/2007
Código do texto: T708684
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sônia Maria Cidreira de Farias
Jequié - Bahia - Brasil
2945 textos (219678 leituras)
1 e-livros (1013 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 18:59)
Sônia Maria Cidreira de Farias