Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor Puro

Amor, sei que não sei escrever os sentimentos tais como eles são na realidade, mas vou tentar ao máximo os descrever, para que teu olhar possa ao menos poder os ver ou teu coração os sentir. Amor eu hoje não me sinto bem, que será que me coração tem? Será alegria, agonia, ou somente a gritaria que vai dentro de mim. Rainha dos meus beijos, Princesa dos meus desejos, peço-te ouve com atenção e depois podes fazer um desenho com a minha solidão. Hoje sou mais que um Poeta, eu sem ti não sinto minha alma completa, sem ti sou uma gota de oceano e não me sinto humano. Por isso perdoa-me por te amar demais, dar o que te posso Oferecer. O sorriso que mais queres, dar o calor que tanto queres, amor dou-te muito mais que quiseres.
Queres a lua? É toda tua…
Queres um farol? Dou-te até o sol.
Queres ternura? Dou-te com muita fartura.
Queres carinho? Dou-to todo e não só um bocadinho.
Queres um rio? Dou-te o mar, até este ficar vazio.
Enfim queres o mundo? Ou preferes me ter, mesmo que seja só por um segundo?

Amor, se eu pudesse inventar um sentimento novo, ias ser a primeira com quem o ia partilhar.
E podes ter a certeza que, deixar te amar somente:
- Quando um fotógrafo conseguir tirar uma foto ao aroma.
- Quando um pintor conseguir pintar um sentimento.
- Quando um dia esquecer-me de ti( só se tiver alzeimer)

Poeta Perdido
Enviado por Poeta Perdido em 26/10/2007
Código do texto: T711372

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeta Perdido
Portugal, 37 anos
27 textos (1017 leituras)
1 e-livros (29 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 00:54)
Poeta Perdido