Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Prece ao amor

Ah, a doce melodia do gorjeio dos pássaros,
anunciando a manhã que chega sorrateira
me trazendo a certeza de que a vida é sim passageira,
mas que cada um de seus momentos têm em si
uma verdade encrustrada,
do muito que vale amar e ser amada,
do pouco que custa doar amor e mais nada.

Ah, eu quero hoje sentir raios de sol em minha pele
queimando cada célula, agitando cada átomo,
me fazendo sentir a intensidade da vida
me fazendo fremir a cada raio, cada contato,
me fazendo esperar ainda mais, desejar intensamente
esse sentimento que me impele a alma, que me faz viva
que me tira a calma, me completa e me inquieta
que me faz andar por sobre águas, que me faz plena e poeta.

Ah, que dizer das horas inebriantes, do puro amor dos amantes?
Dos anseios do corpo e da alma, da perda indecente da calma
fazendo bolir com a moral e os costumes, fazendo rir das vergonhas
fazendo entregar-se ao deleite, decompondo cada gesto em artimanhas
capazes de tirar o sono, a fome, a coerência, e a própria decência
em nome de uma verdade bem(dita), em nome de uma doce querência.

Não quero a ordem dos homens da lei, nem a ordem métrica dos versos
não quero regras nem cobranças, nem acordos ou alianças,
quero a leveza das folhas que caem, quero sons alienados e desconexos
quero pisar a areia com os pés, fazer desenhos no ar, criar danças
da chuva, da fertilidade, da esperança, tal qual índios e crianças,
viver naturalmente, sem amarras, rótulos ou enfeites,
e esperar que o destino se cumpra, que faça valer minha crença
de que viver sem amor é inútil, e quem ama marca por si uma sentença
de que o amor é o grande segredo da vida, e de todas é a verdade mais bem (dita).

E, quando da minha morte, a hora chegar finalmente,
que não esteja na minha lápide um triste lamento
mas a verdade estampada e entalhada, para sempre
de que aqui viveu alguém que amou plena e intensamente.


 
 

Monica San
Enviado por Monica San em 27/10/2007
Código do texto: T711700

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Monica San
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil, 47 anos
251 textos (6370 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 18:23)
Monica San