Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR SIM! E TRISTEZA?

Evaldo da Veiga


Tristeza existe?
Não sei, não conheço, Ignoro.
Quando senti dor forte no peito,
vontade de chorar, pensei que fosse a saudade
fazendo lembrar a ternura que se foi
e que não iria voltar...

Não volte, não volte saudade de doer!
Tristeza se existisse eu diria bom dia
e perguntaria: - como vai?
E acrescentaria: -
vai de mim, minh`alma quer sorrir
e o meu corpo quer amar.

Prazer mesmo é ver a dor indo embora.
Indo bem distante e em endereço que nem sei,
sabendo que o meu ela esquecerá.
Oh tristeza, desculpa o faz de conta,
choro por tua causa se você existe,
mas permita-me ignorar:

“o que os olhos não vêem o coração não sente”,
já dizia o povo que tem a receita pra tudo,
e eu peço somente uma receita pra amar.

Evaldo.

Imagem: Tela do Salvador Dali

              * com pinceladas dispersas, 
              dos mais variados tons,
              se vai construindo a Tela
              do dia a dia...
              Sempre abstrata,
              porque a vida também o é...

Nota:  observação
extraidos em:
http//telaabstrata.blogpot.com


evaldodaveiga@yahoo.com.br
Evaldo da Veiga
Enviado por Evaldo da Veiga em 28/10/2007
Reeditado em 18/11/2007
Código do texto: T713137

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Evaldo da Veiga
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 74 anos
952 textos (314114 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 22:33)
Evaldo da Veiga