Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Imagem.

Na escuridão da claridade que vivo
Açoita minha vã ânsia!

Inquieta, ansiosa, frágil e dolorida
Repousa o meu passado
Vislumbra o meu futuro incerto.

Cada sentido afeiçoa...
A essência de meu hálito vital
No mistério do mundo que se esconde.

Conformado aqui, eu sou feliz...
A dor ainda não venceu
Onde canta o Sabiá.

A mágoa não é amarga
Pois és ama de coisas irreais.

Sentir-me-ei convalescer
Onde tudo turvou e escureceu
No vulto que apodreceu.

Dentre pinceladas expressivas da vida
Sangro as profundezas de meu tédio
Entre rabiscos de algum mau [bem] dito poema.

Fernando A. Troncoso Rocha.
Fernando Troncoso
Enviado por Fernando Troncoso em 29/10/2007
Código do texto: T715590

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Fernando A. Troncoso Rocha). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fernando Troncoso
Praia Grande - São Paulo - Brasil
243 textos (4701 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 00:40)
Fernando Troncoso