Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Há pessoas que entram em nossa vida do modo mais estranho, que nem a nós mesmos sabemos explicar. São situações surpreendentes que jamais pensaríamos
acontecer; e se tornam quase que indispensáveis, por mais te queiramos nos desligar, não pensar, esquecer, quando vemos passamos todo o tempo pensando na pessoa. sentindo sua falta, magoados por termos lhe magoado, sofrendo por ter feito sofrer. E damos conta que está sempre em nosso pensamento. O que não sabemos é se existe a recíproca. Não há mais o mesmo diálogo de antes, não ha mais confiança, uma parte desse sentimento morreu, e não há como fazer para recuperar, acabando a confiança, é muito dificil a aceitação.
Estranho que ao mesmo tempo que quase nada sabemos da pessoa em questão, temos a impressão de que sempre nos conhecemos. Fica confuso, e mais ainda sentimos ter perdido por sermos desnorteadas, impulsivas, agressivas. Passa a haver por parte do outro uma situação de "precaução". Apos  o caso de haver uma  discussão solitária, pois , às vezes,  falamos, falamos e nenhuma resposta recebemos, e se recebermos, provavelmente , não vamos gostar. Fica aberta um lacuna; uma marca, uma cicatriz aberta, lembrando a todo intante que erramos e nada podemos fazer para acertar tudo isso. É terrível, é triste, é desolador.
Não sei quem  sofre mais, se o agredido, que passa a se proteger   ou se o agressor que nada pode mais fazer para  recuperar o que perdeu.
Não adianta procurar uma resposta que ,está  bem à nossa frente, é só entender, no momento em que não há mais diálogo como  antes, já é a resposta. As palavras ditas, marcaram , feriram e não há como curar. 
Se gostamos  de alguém, é indispensável o controle de emoções, de arrebatamentos de ciúmes,; querer tomar posse da pessoa com medo de perder, pois é aí que se perde.
Parece que tudo temos que aprender nesse mundo, são as lições da vida, que, de repente vem muito tarde, e o aprendizado não vai servir para nada. São tantas essas liçoes pelo decorrer da vida, que temos que  aprender até a AMAR!!...
naja
Enviado por naja em 11/11/2007
Código do texto: T732269
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
naja
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1207 textos (235333 leituras)
147 áudios (33059 audições)
525 e-livros (50942 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 08:24)
naja