Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Empatia

   Hoje eu queria ficar com você, mas só por hoje, entende? "As noites ficam claras ao raiar do dia", veria logo, assim, a realidade do que eu SOU.
  Como você pode - depois de tanta "coisa vivida" - dizer que sentimento daqueles não houve (.) (?) Como, eu, habitualmente, alego à razão que isso ou aquilo prova que: possivelmente você me ama/possivelmente você me quer, porque: hipoteticamente você me admira/ hipoteticamente... (.) (?)
  "Eu sei é um doce te amar, o amargo é querer-te pra mim."
   Por que eu respondo assim às duas situações?
   Insisto: "O tempo é o senhor da razão", e eu já terei 20 anos de vida, não vivida (?), mas duas décadas. Sim.
   Porque, "toda bossa é nova e você não liga se ela é usada"
              "toda rosa é rosa porque assim ela é chamada".
   "E pinta o estandarte de azul, e põe suas estrelas no azul, pra quê mudar?
    Deixa eu brincar de ser feliz, deixa eu brincar com o meu nariz."
    Me chame para um sábado de manhã, no seu quarto ou no terraço, junte os bonecos, as bonecas, os brinquedos, eu e você. Vamos brincar!




 . . .
Nathanaela Honório
Enviado por Nathanaela Honório em 18/11/2007
Reeditado em 20/11/2007
Código do texto: T741685

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nathanaela Honório
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 29 anos
148 textos (81929 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 00:28)
Nathanaela Honório