Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TÃO SOMENTE

Olha quem surgiu de repente
Sorrateiramente
Em nosso ambiente
E é casada legalmente
Mas é muito saliente
Safada que nem sente
Só se veste indecente
E desfila sempre contente
Transa por qualquer presente
O marido em casa inocente
Ele ganha pouco é carente
E ainda por cima  doente...
Manca da perna,um  deficiente
Falaram que é impotente
Sua boca é sem dente
Vive a vida humildemente
E a safada, francamente
Com olhar sempre irreverente
Ironiza os bons costumes cinicamente
Esqueçamos, gente
Quer saber sinceramente?
A vagaba realmente
Vende o corpo diariamente
Incondicionalmente
Mas não passa de uma demente
Buscando quem a alimente
Tão somente...


 









Enorê Rodrigues
Enviado por Enorê Rodrigues em 18/11/2007
Código do texto: T742011
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Enorê Rodrigues
Maricá - Rio de Janeiro - Brasil, 68 anos
123 textos (13281 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 06:26)
Enorê Rodrigues