Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Arvore

Sou uma arvore
Nem alta nem baixa, mas vejo bem longe
Alguns campos verdes, outros morros e serras cinzas
Aos meus pés, incomodam uma grama amarelada e seca
Como estou agora, seca e com sede
Minha pele, digo minha casca está ressecada
Não uso cremes e hidratantes como os humanos
Meus braços, digo minhas galhas estão encolhendo
Os meus cabelos, digo minhas folhas andam caindo
Tenho sentido falta de ar, não estou respirando bem
Tenho notado a falta das estações
Aquele calor agradável dentro do seu tempo, o frio que a noite nos faz dormir bem
Sinto falta do sol claro e brando, uma névoa amarelada não me deixa ver mais o sol
A agua que tem vindo das chuvas estão pesadas, estão densas
Não estão mais suaves e leves, transparentes e saudáveis
Sei lá, acho, que deva estar acontecendo alguma anormalidade com o planeta
Mas deixa pra lá, são coisas da minha cabeça, digo das minhas raízes
Vou esperar, talvez um pássaro pouse em mim
E me diga o que está acontecendo...
Cabral Compositor
Enviado por Cabral Compositor em 23/11/2007
Código do texto: T749357
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cabral Compositor
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 54 anos
266 textos (6831 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 04:49)
Cabral Compositor