Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LICENÇA POÉTICA



Da inspiração só a transpiração me sobra, ando tendo saudades de minha insônia querida, da minha infância ferida, das desilusões inocentes que moldaram minha vida adolescente. Ando muito só ultimamente, só e repleto de gente me desenhando, me esvaziando, me expulsando, me expurgando. Não consigo ser mais minha obra, vivo como me pintam, não existo mais nem no mundo das minhas idéias. Estou sublimando, ficando dormente. O mundo real me cobra, mas transito indolentemente de sonho em sonho desfeito, de sono em sono sem sonho, de peito em peito sem leito. Sou apenas um eu lírico perfeito e a mesma mão que me escreve é a mesma que me dobra.


Alex Camilo de Melo
Enviado por Alex Camilo de Melo em 23/11/2005
Código do texto: T75285
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alex Camilo de Melo
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 42 anos
9 textos (294 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:06)
Alex Camilo de Melo