Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Apenas uma gota d'água


Na ponta do espinho, espetado nas costas do mandacaru, a gota d'água, trêmula e brilhante, refletia a minha imagem assustada e preocupada ante o seu provável rompimento. Quisera prolongar indefinidamente aquele quadro de pura e real beleza, perpentuando-o para sempre, ali, ante os meus olhos expectantes e agradecidos.

Fito minuciosamente por todos os ângulos imaginando em qual momento deixará de existir o que tanto me atrai. Escuto como um leve ruflar de asas próximo ao meu ouvido uma voz: - O que te preocupa para que reflitas no teu olhar e na tua face tamanha apreensão?Estupefata agucei o meu olhar e vi, com extrema nitidez, um ser minúsculo que descansava suavemente sobre a gotícula tremeluzente.Não queria, não podia e não devia acreditar...Aquela imagem era apenas e tão somente fruto da minha imaginação! 

Virei as costas diante do inusitado. Por alguns momentos julguei ter retornado à realidade deixando para trás,enterradas,as minhas loucas fantasias.Ledo engano! Numa fração de segundos voltei a ouvir a mesma voz que sugeria um cântico angelical. -Vem, toma as minhas mãos e caminha comigo pelos jardins do conhecimento infinito. Não precisas subir na gotícula, basta que me toques.

Refleti um pouco e imediatamente decidí-me.Não teria nada a perder caso não fosse verdadeiro tal convite.Mergulhei num cismar profundo e,ao retornar do mesmo, surpreendi-me com a mão estendida para aquele ser minúsculo diante de mim. O toque revelou-me de imediato tratar-se de algo além de mim mesma,além de tudo o que eu até então havia imaginado.

Subtraiu-me a vontade, passou-me calma e reflexão e puxou-me pelos fios prateados da vida para um mundo onde seres diáfanos andavam lentamente como se flutuassem sobre a atmosfera terrestre. Detíve-me inebriada ante tamanha beleza.Eu não havia planejado ali estar. Apenas havia questionado mentalmente sobre a possibilidade daquele ser desconhecido forçar o rompimento daquela gota d'água que me passava uma dimensão de beleza ímpar. Nada me impedia de retornar,eu sabia; mas desejava desfrutar mais um pouco daquela beleza.

Fui levada para perto de um lago cristalino onde inúmeros seres, iguais ao que estava comigo, saltitavam sobre a água energizando-se.Voltei a ouvir o seu sussurrar.-Vês aquele lago formado por águas cristalinas? Este é o espelho que deve te encantar e fazer-te abstrair de tal maneira levando-te ao olvido total de ti mesma. Ele é perene e fiel aos teus propósitos. Jamais te esqueças disto !!Ditas estas palavras, insuflou o seu hálito sobre mim e, de imediato, encontrei-me frente ao mandacaru observando a minúscula gota d'água tremulando na ponta do espinho.Forte ventania veio trazer-me à realidade quando, de inopino, abatendo-se sobre o mandacaru rompeu a delicada gota d'água.Esta,deslizou lentamente pela planta indo esconder-se na intimidade da terra sedenta de sede.

A chuva veio em seguida, inclemente e brilhante como se inúmeros cristais estivessem sendo lançados dos céus para enfeitar a vida.
A terra sedenta sorveu com gratidão e prazer o presente que lhe estava sendo oferecido.Dancei sob as águas que jorravam das comportas celestiais compreendendo e percebendo a sutileza das leis às quais estamos sujeitos.

Reflexões nascidas na superfície de um espelho cristalino de uma simples gota d'água!


Desejando a todos um dia de pura paz.Bjsss


Imagem do site google
http://www.photografos.com.br/exibirfoto.asp?id=148881
Sônia Maria Cidreira de Farias
Enviado por Sônia Maria Cidreira de Farias em 29/11/2007
Reeditado em 26/01/2009
Código do texto: T757647
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sônia Maria Cidreira de Farias
Jequié - Bahia - Brasil
2945 textos (222136 leituras)
1 e-livros (1013 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/11/17 08:56)
Sônia Maria Cidreira de Farias