Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Glória dos Vermes

As tropas avançam
a linha foi rompida
crianças ensanguentam
covardias contra a vida

os perfumes desaparecem
sob o fétido dos passos
pois a todos envelhecem
botas de soldados vilanaços

Náuseas provocadas
pelos tanques insensíveis
lares, casas incendiadas
festa de germes putrecíveis

Bandeiras malditas da história
tremulam em desertos construídos
e querem proclamar como glória
os disfarces de assassinatos repetidos

Sorriem em fotos de orfanatos
proto-defuntos maquiando algozes
campo semeado de corpos putrefatos
apontando seus crimes atrozes

Querem ser como heróis festejados
em filmes mentirosos, mas são vômitos
de governos de morte insensatos
repulsados só pelos indômitos

Justificam as vítimas em crateras
enganando com seus paquidermes
fazem fita nas políticas insinceras
administrações empestiadas de vermes

Antes tivessem sido esses ídolos
nati-mortos todos desde Alexandria
mas são páginas destes capítulos
da contínua história da covardia.


Inspirada pela obra INSANIDADE HUMANA de Maurélio Machado

________

(Copyright © 2005 A.José C.Coelho. Todos os direitos reservados.)

Joseph Shafan
Enviado por Joseph Shafan em 06/12/2005
Código do texto: T81706
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Joseph Shafan
São Sebastião - São Paulo - Brasil, 63 anos
773 textos (98938 leituras)
25 e-livros (10472 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:48)
Joseph Shafan