Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

medo de aventuras

ganhei medo às aventuras
o tempo parou, não tinha tempo
para amar sem amarras

que caos te habita capaz de fazer florir flores bailarinas, estrelas cintilantes, dançarinas?

são luzes surdas,
de céu seco
teu irmão
tesão da lua.

são marcos (dezembro de 2005)
Nuno Trinta de Sá
Enviado por Nuno Trinta de Sá em 28/12/2005
Código do texto: T91336
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nuno Trinta de Sá
Portugal, 43 anos
73 textos (1676 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:07)