Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

amarga ironia

era um puto atinado
sempre obedeceu aos pais
era respeitado e, além do mais,
era um puto atinado

era um puto atinado
nunca contestou o sistema
perdoar: era o seu lema
era um puto atinado

era um puto atinado
tinha mulher, casa e licenciatura
carro, religião e postura
era um puto atinado

era um puto atinado
morreu, aos 25, esmagado por um carro
deus - disse - faz de mim barro!
era um puto atinado

era um puto atinado
a aldeia toda chorou, chorou
a família, enlutada - o senhor o levou!
era um puto atinado

póvoa de santo adrião (25 de setembro de 1996)
Nuno Trinta de Sá
Enviado por Nuno Trinta de Sá em 28/12/2005
Código do texto: T91512
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nuno Trinta de Sá
Portugal, 43 anos
73 textos (1677 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:21)