Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O papel do livro na cultura Brasileira

      É no papel que escrevemos as  impressões de um povo, que revelamos suas peculiaridade e atitudes. Mas , para tudo isso , precisamos reconhecer a sua história. Portanto, comecemos passando a limpo o rascunho de um país de muitas estórias .
       É no livro que encontramos grandes histórias. Desde muito tempo atrás , o homem tem se deparado com a necessidade de contar, narrar, relatar, ou idealizar os acontecimentos que o cercam , na tentativa de externar suas idéias, seus pensamentos e sentimentos mais íntimos sobre o meio com o qual interage,  buscando criar ( ou recriar) o momento histórico de um povo. Existe, com isso , a grande necessidade de se registrar tantos episódios e de perpetuá-los.  O homem, então , descobre que o ato de escrever é processo de liberatação, informação e que ,atém de ser prazeroso, é fonte de sabedoria, ajuda, iluminação.A leitura , portanto, passa a ser o complemento deste processo fundamental para o aprimoramento humano .
       É na  cultura de um país que identificamos elementos importantes para compor um texto . Talvez seja pretexto. Mas a diversidade cultural de nossa gente nos permite imaginar um painel com vários matizes. Daí saíram muitas histórias de lutas, paixões, sonhos, tristezas e alegrias, derrotas e vitórias, num mundo real ou de faz-de-conta.
      Um bom livro nos dá a impressão de que fazemos parte do que estamos lendo, decifrando ou interpretando dua mensagem ; nele, decodificamos a cultura de um povo .
       O livro foi se tornando, sem dúvida, uma ferramenta de grande importância na formação do cidadão brasileiro. Foi, através da leitura, que a cultura brasileira passou a ser revelada. Mesmo permanecendo até os dias de hoje o estígma de que o brasileiro não tem o hábito de ler, os escritores de nosso país têm contribuído indiscutivelmente para a divugação de nossa literatura . Na trajetória de reafirmação de um caráter genuinamente brasileiro, nossa produção literária ajudou a legitinar a essência de nossa identidade nacional . Em contrapartida, o livro literalmente está nas mãos de poucos, o acesso ao mundo da leitura é ainda privilégio de uma minoria. A leitura deveria ser estratégica para a cidadania.
       Mas , enquanto houver um espaço em branco numa folha de papel, todos os dias haverá uma história esperando para ser escrita. Um livro tem uma relação íntima com seu leitor, como feijão com arroz, o café com leite, o pão com a manteiga. O leitor é um; o livro , o outro. Porém , juntos, formam um par perfeito, um sempre satisfazendo o outro: dois em um, um em dois .
Karllos Ribeiro
Enviado por Karllos Ribeiro em 23/01/2006
Código do texto: T102823
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Karllos Ribeiro
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
12 textos (508 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:35)